O primeiro estudo do Instituto Alvorada traz propostas específicas para tornar mais progressiva a tributação no Brasil, contribuindo para a redução da desigualdade de renda, um dos piores vícios sócio-econômicos brasileiros.A tributação progressiva é uma forma institucionalizada e democrática de distribuir a renda, pois onera mais os indivíduos de maior renda. Em linhas gerais, as propostas aqui apresentadas buscam aperfeiçoar os mecanismos de tributação direta (renda e herança) de modo a permitir uma redução da carga tributária indireta (consumo), na linha de sistemas tributários adotados em países desenvolvidos e de recomendações de estudiosos do tema.As propostas se concentram no imposto sobre a renda e sobre a herança.